W Notícias

Bolsonaro se reúne com Moro e o escuta sobre o vazamento de conversas

ADRIANO MACHADO / REUTERS

A reunião entre Jair Bolsonaro e Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, realizada depois do vazamento de possíveis provas que apontam parcialidade do ministro no caso do Triplex no Guarujá, pareceu ser bem tranquila.

O encontro entre eles foi realizado na manhã desta terça-feira, 11, no Palácio da Alvorada. O comunicado afirmou Moro “ponderou as questões envolvidas no caso para Bolsonaro”. Em nota, a pasta enquadra a situação como criminosa, pois “foram invadidas as contas de celulares dos procuradores, juiz e jornalistas”, informando que o ministro relata que a PF (Polícia Federal) está investigando a invasão.

No último domingo, 9 de junho, o jornal Estado de São Paulo, mostrou que a PF instaurou no último mês um inquérito de investigação para ataques de hackers em celulares de procuradores integrantes da república responsáveis por atuar na força-tarefa da operação Lava Jato.

Moro e Bolsonaro foram até o Grupamento dos Fuzileiros Navais de Brasília que celebrava o aniversário de batalha, juntos e de lancha. No evento havia outros ministros, incluindo Paulo Guedes, ministro de economia. Segundo interlocutores, a relação do governo com o ministro de Justiça é de confiança.

Onyx Lorenzoni, atual ministro da Casa Civil, publicou textos em seu perfil na rede social Twitter, elogiando a atuação do Ministro quando era Juiz. Além de afirmar que Moro é “ético, correto e uma das pessoas mais capaz que já conheceu, que está honrado de compartilhar a missão de mudança no país com o ministro e o atual governo”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.