W Notícias

Santa Casa de Porto Alegre recebe investimento de mais de R$ 2 milhões

Luiz Henrique Mandetta, ministro da saúde, anunciou em sua visita a capital o investimento de mais de R$ 2 milhões no hospital Santa Casa da misericórdia.

O valor será destinado a compra de materiais e equipamentos designados para o segmento neurovascular, o qual já deve estar liberado nos próximos dias. O ministro participou do “Seminário de Gestão realizado para discutir as Tendências e Inovações na área da Saúde”, no qual deu uma palestra falando sobre os principais desafios relacionados à saúde no país. O seminário foi realizado no Hotel Plaza São Rafael, logo depois ele fez uma visita ao Hospital Cristo Redentor.

“A Santa Casa de Porto Alegre é referência no tratamento, diagnóstico e procedimentos realizados em casos de alta complexidade, prestando serviços de extrema importância para o Sistema Único de Saúde”, de acordo com Mandetta. 

A unidade de saúde recebeu o certificado Cebas, que o classifica como Entidade Beneficente na Assistência Social no segmento da Saúde, o que implica em mais de 60% de seus atendimentos a serem realizados na rede de saúde pública. Com isso, a isenção fiscal foi concedida ao hospital, além da diminuição de burocracia diante de convênios, realização de emenda parlamentar, possibilidade de expandir a infraestrutura do mesmo e conseguir o investimento para mais equipamentos.

Seu atendimento como sendo Centro de Assistência em casos de Alta Complexidade na Oncologia, prestando serviços para oncologia pediátrica, no ano passado o hospital filantrópico atendeu cerca de 30% das cirurgias necessárias, 19% em procedimentos de quimioterapia e 60% em radioterapia.

Em 2019 já foram realizadas mais de 220 cirurgias em oncologia, mais de 1.500 procedimentos de alta complexidade em quimioterapia e mais de 18 mil em radioterapia. Além de ser referencial para o tratamento oncológico, o hospital também tem especialização em pediatria, neonatologia, pneumologia; cirurgia vascular, torácica, cardiovascular; neurocirurgia e cardiologia.

O hospital tem mais de 1 mil leitos, parte destinada ao SUS sendo gerais e mais de 140 leitos em UTI, sendo cerca de 80 pelo SUS. São oferecidas consultas ambulatoriais em casos de urgência/emergência, diagnósticos, tratamentos, cirurgias, atendimento obstétrico, internação em clínica cirúrgica e médica.

No ano passado foram atendidos cerca de 2 milhões de atendimentos ambulatoriais e mais de 23 mil internações no hospital. Até março de 2019 mais de 500 mil atendimentos e mais de 6 mil internações foram realizadas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.