W Notícias

Serviços de saúde regionalizados recebem reclamações no RS

Os hospitais do Estado, Pronto Socorro e Universitário, estão sendo acusados de não estarem prestando o atendimento que deveria ser realizado. Ambos atendem casos de média e alta complexidade pelo SUS e são referência para mais de 150 municípios. Sendo referência para mais de 80 cidades nos setores de neurologia, traumatologia e ortopedia o hospital Nossa Senhora de Fátima.

Roseli Donatti Didomenico, que é secretária da Saúde em Muçum, diz que a situação existe desde o ano de 2015, no entanto, tem piorado desde 2018. “Há pessoas que tiveram procedimentos cirúrgicos realizados no mês de novembro e estão sem revisão até hoje. O descaso com a população está inadmissível. O governo de Canoas dá incentivos para que os pacientes de fora sejam atendidos, no entanto, os casos que necessitam de prioridade não estão sendo atendidos.”

Segundo a Secretária de Saúde, havia 18 consultas eletivas na agenda, mas apenas 3 delas foram atendias, e de 4 casos de urgência apenas 2 foram atendidos. “É preciso dialogar com o governo para saber qual é o valor realmente destinado aos atendimentos. A situação precisa ser mudada, queremos administrar esses recursos. As reclamações não são de 1, mas de 37 municípios da região”, afirma ela.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.