W Notícias

Ex-jogador do Flamengo participa de projeto Corrida dos Garis em Porto Alegre

Foto: Isadora Neumann / Agência RBS

Para muitos misturar o trabalho com lazer não parece ser apropriado, mas os coletores ecológicos da capital não acham que seja ruim. Desde o mês de abril, sete garis correm cerca de 40 km ao dia para recolher os resíduos na cidade, eles participam de um equipe que pretende ir a competições de corrida regionais. Os Coletores Runners, nome da mais nova equipe, irão participar de uma prova da Corrida Noturna do Dia do Desafio, que acontecerá entre o dia 28 de maio e 29 de maio de madrugada.

Até setembro deste ano a equipe pretende participar de ao menos cinco provas, mas precisam treinar para enfrentar o desafio. Os treinos acontecem no Parque da Redenção e na Av. João Pessoa em um estúdio de treinamento três vezes na semana. O professor de uma assessoria esportiva de Porto Alegre, Arthur Moraes da Costa, 35 anos, é um dos treinadores da equipe.

Tudo começou por iniciativa dos próprios coletores, no entanto, agora a ação faz parte de um projeto da Agência Ponto, que foi formada no ano de 2012, por Claúdio Oliveira de 42 anos e por seu sócio Rodrigo Vicêncio de 42 anos. A empresa deles produz projetos como esse que são idéias que podem ser transformadas em lucro social. O investimento é proveniente de entidades que se interessam por essas ações. O grupo dos garis coletores receberam da ABACE (Assosiação Buriti de Arte, Cultura, Esporte) de São Paulo, o apoio que precisavam para seguir com essa ação.

Os sócios mencionaram que de início foi um pouco difícil, pois era preciso associar a corrida cotidiana deles no trabalho com a energia para poder realizar as provas, eles tiveram que contatar a prefeitura antes. Eles ainda conversaram com a Cooperativa de Trabalhadores Autônomos das Vilas da capital que ficaram tímidos com a repercussão e exposição desse projeto.

João Felipe Antunes, ex-jogador do Flamengo participa do projeto

O ex-jogador do Flamengo de 27 anos participa do projeto.

Depois de tentativas de parceria com a prefeitura do local, os sócios não obtiveram sucesso e decidiram buscar por alguém que estivesse nesse ramo.  O jogador conheceu o projeto após o post dos garis em uma rede social feito pela comunicadora da RBS TV, Alice Basto Neves. Os seguidores da comunicadora conheceram o ex-jogador.

Foi então que os sócios decidiram procurar por João e apresentar esse projeto e pedir a ele que tentasse convencer mais pessoas. Foi aí que tudo deu certo.

João, ex-jogador, saiu dos campos de futebol em 2014, devido uma lesão que o afastou por um ano. Após a sua recuperação ainda voltou a jogar, mas em 2018 resolveu se aposentar. O gaúcho decidiu através de um amigo participar da coleta, pois viu uma oportunidade de trabalho e aproveitou agora para acompanhar o grupo de coletores em suas provas, fazendo parte do projeto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.