W Notícias

Obama participou de palestra no Brasil e disse que “professores merecem valorização e educação não é obra de caridade”

O ex-presidente americano, Barack Obama, em palestra realizada em São Paulo afirmou que a educação é imprescindível para evolução do país.

No dia 30 de maio, quinta-feira, foi realizado um evento de inovação digital em São Paulo, o qual Obama deu uma palestra na qual disse ser a favor de qualquer investimento na área da educação. Segundo ele, “a educação não se trata de um serviço social, pois senão houver investimento na população o país não avança seu desenvolvimento”.

Em sua terceira visita ao Brasil, Obama continua a colecionar fãs que o recebem como uma estrela. O ingresso vip para o evento chegou a custar R$ 2.500. O ex-presidente americano, sempre simpático, começou o seu discurso com um “boa tarde” em português. Além disso, reclamou sobre o trânsito da cidade de São Paulo e mencionou seu encontro com o craque Pelé pela manhã e contou sobre as canções que canta para sua esposa, Michelle, do Tom Jobim.

Foram ao evento mais de 10 mil pessoas que participaram da palestra do presente, a maior parte era empresários que aplaudiam diversas vezes Baracke Obama. O americano disse em sua palestra que é preciso um sistema de ensino capaz de estimular o pensamento crítico nos jovens, principalmente, quando ainda crianças.

“Acredito que o mais valioso é estimular a pessoa a desenvolver a habilidade de analisar a realidade, mesmo que ela seja desconfortável ou que mostre que é errado o que ela pensou que era certo”.

Baracke Obama elogiou como um professor consegue dar confiança aos estudantes e disse que é errada a desvalorização da profissão, o que acontece em muitos países. “No meu país, essa profissão também não possui o reconhecimento que merece, isso se deve ao fato da maior parte dos profissionais serem mulheres, o que é muito triste”. Ele mencionou a Finlândia, que é um país onde professores são tão valorizados como médicos.

“Eu sempre digo e continuo afirmando, os impostos que o governo arrecada deveria ser motivo de alegria, pois eles são direcionados para implementar de políticas públicas”.

Obama defende a inclusão de mulheres e afro brasileiros na sociedade e no meio político, inclusive, sua equipe é composta por muitas mulheres. Ele diz que não incluir essas pessoas é como um desperdício de talento, onde o país é quem perde.

Ele disse que após deixar seu cargo e sair da Casa Branca, decidiu que seu tempo seria investido em inspirar pessoas e incentivá-las a ter coragem para fazer diferença no mundo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.