W Notícias

“Projeto de privatização dos Correios ganha força em seu governo”, diz Bolsonaro

Foto: Reprodução/Facebook

Na última sexta-feira, 7, Jair Bolsonaro, presidente da república, disse que o projeto de privatização da empresa Correios segue ganhando força no seu governo.

“Para que haja serviços mais baratos e melhores é preciso existir concorrência e menos Estado. A privatização dos Correios, entre as estatais, é a que mais ganha força nesse novo governo”, em publicação realizada em seu perfil nas redes sociais.

Essa não é a primeira manifestação que o presidente realiza mostrando-se a favor da privatização nos correios. No mês de abril deste ano, Bolsonaro autorizou a realização de estudos para desestatizar a mesma. A ECT (Empresa Brasileira Correios Telégrafos) atua no mercado há exatos 356 anos e é administrada pelo Ministério de Comunicação, Ciência, Tecnologia e inovações. Entre 2013 e 2016 foram realizados registros dos prejuízos que a estatal gerou, mas após o ocorrido, em 2017 a mesma faturou mais de R$ 660 milhões e no ano passado o lucro baixou para R$ 161 milhões.

A manifestação deve correr um dia após o plenário do STF – Supremo Tribunal Federal, decidir, diante da opinião da maioria, se vai ou não permitir que seja realizada a venda da administração e controle das empresas públicas e sociedade da economia mista, sem que haja necessidade de uma licitação ou aval para legislação. Sem autorização consentida pelo Congresso, a venda não é válida, sendo assim, empresas como os Correios precisam da liberação parlamentar.

A CorreiosPar é uma subsidiária da estatal que fornece serviços no segmento financeiro, na logística integrada e na comunicação digital desde 2015.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.